Um pouco por todo o lado… trabalhamos num novo Beato

1) Na Alameda do Beato e em parceria com a Cerealis foram pintados os muros junto do pequeno espaço de lazer. Esta obra foi realizada no âmbito do Programa de Responsabilidade Social que esta empresa tem, e prova que mesmo numa altura de grandes dificuldades financeiras, é possível fazer obra, com empresas que se preocupam com o contexto socioeconómico onde estão localizadas. Um exemplo do trabalho em articulação referido pelo Executivo da Junta de Freguesia, numa época de enormes cortes financeiros a toda a população.

2) A ligação pela Azinhaga das Salgadas a Marvila foi concluída pela REFER. A Junta de Freguesia do Beato não concorda com o traçado da curva, esperando que não ocorram acidentes, tal como foi dito pelo Presidente da Junta de Freguesia “é triste que só quando ocorrer algum acidente os projectistas da REFER irão perceber o erro do projecto feito”. Esta obra, que não se localiza na Freguesia, vai servir essencialmente a população da Freguesia, nomeadamente do Bairro da Quinta do Ourives e do Bairro da Madre de Deus. No passado, as pessoas que saiam do Beato por esta via, tinham uma ponte em péssimo estado, com uma passagem estreita, que não deixa saudades a ninguém. Agora foi construída uma ponte com melhores condições. Segundo informações recolhidas pelo Boletim Informativo “O Beato”, o traçado da curva foi projectado desta forma porque no futuro, a rotunda junto da Madre de Deus, vai ligar directo em recta, mas entretanto…

3) A Junta de Freguesia do Beato procedeu à limpeza geral anual das Escolas 138 e 123, e efectuou pequenas reparações nas mesmas, para que no inicio do ano lectivo, alunos, docentes e funcionários, tivessem as melhores condições para aprender e ensinar.

4) Na Rua Nova do Grilo, a Junta de Freguesia do Beato construiu um murete de suporte e arranjou o talude existente, indo agora plantar algumas espécies autóctones. A intervenção, feita nas traseiras dos nº 10 e 12 da Rua Marquês de Olhão, é a primeira fase. Numa segunda fase, irá existir uma intervenção semelhante, com a construção de um murete com 40cm na outra parte da rua, depois do alcatroamento, por parte da CML, no espaço frente ao “Café Bragança”. O objectivo desta obra prende-se com a manutenção da limpeza da zona, aliada a uma melhor qualidade do espaço público, numa intervenção que terá que ser feita a custos controlados, face aos constrangimentos de ordem financeira que todos conhecemos.

5) Instalámos sistemas de rega automática no Bairro da Madre de Deus, nomeadamente no Largo da Madre de Deus, no Largo Coronel da Mata Pereira e no Largo Vasconcelos Dias. Pretendemos que os espaços verdes se mantenham com bom aspecto visual que têm neste momento, pelo que regar a tempo e horas, e com a quantidade certa, é fundamental. Ter rega é necessário para os arranjos paisagísticos que serão realizados em 2012.

[nggallery id=1]