Reforma Administrativa de Lisboa

novo mapa administrativo de Lisboa
novo mapa administrativo de Lisboa

A Reforma Administrativa de Lisboa, aprovada na Assembleia da República no passado dia 1 de Junho, veio determinar os novos limites das freguesias de Lisboa, as quais passam de 53 para 24. A actual organização administrativa data de 1959, estando já desfasada e desadequada às necessidades reais das populações das freguesias de Lisboa, não sendo assim eficaz.

Esta reforma traz, além da alteração dos limites físicos das freguesias, também um aumento das suas competências próprias e continuação das competências delegadas pela Câmara Municipal de Lisboa. É na posse destas competências que a junta de freguesia consegue desenvolver um trabalho de maior proximidade com a população e suas necessidades reais. Estas competências exigem necessariamente mais dinheiro, sendo fundamental dotar as freguesias de um reforço financeiro que permitirá uma maior capacidade de intervenção urbana.

A Freguesia do Beato, pelas suas necessidades sociais e de território, com muitas áreas expectantes, a aguardar intervenção, deve merecer uma maior e melhor atenção no que à dotação de verbas concerne.

Esta Reforma Administrativa trata-se de um marco extraordinário, na medida em que só se realizam reformas deste tipo de 50 em 50 anos. Nesse contexto, o Beato vai perdurar na História da cidade de Lisboa para o bem e defesa dos interesses da sua população, sendo isto apenas possível devido à acção incansável da Freguesia do Beato e seus munícipes.