Moradores da Nascimento Costa puseram mãos à obra

Junta auxiliou com tinta e cimento para que moradores fizessem algumas obras nos prédios da cooperativa falida e extinta

A Junta de Freguesia do Beato tem vindo a demonstrar bastante preocupação com a situação que alguns bairros de cooperativas atravessam há já alguns anos. Recorde-se que a Junta de Freguesia do Beato ao longo dos últimos anos, tem feito diversas diligências alertando para a precariedade de várias situações, que infelizmente existem na nossa Freguesia, e para a degradação de diversos imóveis, que foram aliás, tendo divulgação nos vários meios de que dispomos.

O caso dos prédios da cooperativa falida que existe na Rua João Nascimento Costa é um desses exemplos. A Junta de Freguesia tem efectuado diversos contactos com o objectivo de desbloquear a situação, mas a falência da cooperativa e um conjunto de imbróglios jurídicos tem feito com que este problema se arraste, sendo que os maiores prejudicados são como se imagina os habitantes nas habitações da cooperativa.

Infelizmente a Junta de Freguesia não tem protocolo de delegação de competências com a Câmara Municipal de Lisboa, nem pode juridicamente intervir (as cooperativas são privadas), em especial fazendo obras nas habitações, embora tenha conhecimento de que a esmagadora maioria destas necessita de obras urgentes.

Mas quando há vontade de resolução, quando a população e a Junta de Freguesia caminham no mesmo sentido, arranja-se sempre uma solução, que embora não seja a ideal, é aquela que de momento melhor permite ajudar a população da cooperativa da Rua João Nascimento Costa. A Junta de Freguesia do Beato, através do diálogo que tem mantido com os habitantes das cooperativas tomou conhecimento de que alguns destes, queriam meter mãos à obra, e fazer eles mesmo algumas pequenas melhorias nas habitações. Assim decidiu-se oferecer apoio para tintas para o interior e exterior e cimento, em situações pontuais, verificando a Junta a correcta utilização dos mesmos, em especial se seriam usados para o fim com que foram oferecidos.

Os resultados são visíveis: o trabalho da população está à vista de todos aqueles que circulam na Rua João Nascimento Costa. A fachada de alguns dos prédios tem agora uma outra imagem, e provou-se que não existem impossíveis quando população e Junta de Freguesia se unem em redor de um objectivo comum.