Actuação preventiva impediu cheias habituais

Apesar dos dias de intensa chuva, que se registaram um pouco por todo o país, mas com especial incidência na zona de Lisboa, a Junta de Freguesia do Beato, em conjunto com a Protecção Civil, conseguiu dar resposta ao conjunto de dificuldades que surgiram.

Ocorreram pequenas cheias, nas partes mais sensíveis a inundações. O facto das obras na Mata da Madre de Deus não estarem completamente concluídas, levou a um deslizamento de terras, tendo provocado problemas na Calçada de Santa Catarina a Chelas. Registou-se a queda de alguns ramos de árvores, o que acaba por dar razão aos apelos constantes que a Junta de Freguesia faz, para que as podas de árvores sejam realizadas na altura certa.

Saliente-se o bom trabalho, ao nível de limpeza de ruas e sarjetas, feito por parte dos serviços da CML, que permitiu um escoamento da água, que diminui muito o caudal de água que circulava pelas certas ruas da Freguesia.